Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

"Lenda do Milagre das Rosas"

 

Compreensão do texto “Lenda do Milagre das Rosas”

 

1.1 As personagens intervenientes são a Rainha Santa Isabel, o Rei D. Dinis, o cortesão e o povo.

 

1.2 Psicologicamente, o fidalgo demonstra ser uma pessoa maldosa, hipócrita e mesquinha.

1.3. 1 O fidalgo acusa a rainha de dispor com bastante liberdade do tesoiro do rei, de gastar de mais, do dinheiro desaparecer.

1.3.2. O tom usado é acusatório e suspeito.

2.1. “mês de Janeiro”, “dias depois”, “tão cedo”, “neste momento”, “momentos depois”, “neste tempo”, “daí a pouco”.

2.2. Em Coimbra, na corte, nos aposentos do rei e nos Paços.

3.1. O rei mostra-se surpreendido com a resposta da rainha pelo facto de não haver rosas em Janeiro.

4.1 “A rainha abriu o regaço e deixou ver um ramo de rosas”

 

publicado por limianos às 16:32

link do post | comentar | favorito
 O que é? |

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. "Lenda do Milagre das Ros...

. Quadra do António e da Jo...

. Adivinhas da turma

. Conta um conto...

. Palavras homófonas, homóg...

. Os provérbios que faltava...

. TPC

. O Mostrengo

.arquivos

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds